domingo, 18 de maio de 2014

A frase do ano!

Chegou-me através de uma amiga (MJC), mas não resisto a publicar:

O registo de humor não anula a triste realidade do caminho mais fácil das farmacêuticas na direcção do lucro. Em correspondência, aliás, a desejos de exibicionismo e prazeres pessoais que, característicos da perversidade e da superficialidade da vida humana, levam laboratórios e as sociedades em que vivemos a desprezar sérios problemas patológicos incuráveis e destruidores dessa mesma vida. E qualquer de nós não pode garantir estar livre de cair nas complexas malhas do Alzheimer.
Drauzio Varella é, de facto, uma figura muito prestigiada no Brasil, como oncologista, cientista e escritor. Vale a pena reflectir nos seus pensamentos.