sexta-feira, 25 de julho de 2014

O entediado Nunes

O que tenho escrito sobre o Dr. Ricardo Salgado tem enfadado um tal Nunes, ao ponto de me ter classificado de ‘frustrado ou falhado da vida’. Imaginará ter-me ofendido, em defesa de alguém que ele admira e eu abomino.
Jamais me calarei na denúncia de gente e actos que conduziram o país à situação actual, arrojado igualmente para a crise mundial pelo poderoso sistema financeiro internacional e instituições que lhes servem de amparo; nas quais, de resto, se integram FMI, Comissão Europeia e BCE, ou seja, a famosa ‘troika’. Esteve três anos em Portugal, a investigar tudo e mais alguma coisa – diziam – e não detectou danosas práticas económico-financeiras resultantes de actos cometidos por grupos multimilenários dominadores; claramente lesivos da Economia Portuguesa, já estruturalmente muito fragilizada.  
Os ‘Nunes’, sejam amigos, mordomos ou motoristas do Espírito Santo Salgado, caso fiquem entediados com os conteúdos deste blogue, têm uma solução simples: não leiam. Todavia, também lhes desaconselho a leitura deste editorial e desta notícia, esta, estoutra e finalmente mais esta. De entediados podem passar a um estado complexo de neurose aguda.