quinta-feira, 24 de julho de 2014

O escritório de Salgado no ‘Palácio’ está encerrado

Tudo a correr às mil maravilhas. O ‘Hotel Palácio’, além de requintado e de cómodos espaços, garante excelente serviço de restauração, assim como de suporte ao escritório alugado por Salgado. De súbito, e contra a normalidade da rotina, nem o Dr. Ricardo Salgado ou qualquer colaborador compareceu esta manhã no escritório do ‘Palácio’. De súbito, e sem que tenha sido visto o autor da colocação, na porta apareceu afixado o aviso seguinte:

Percorridos os jornais da manhã, comecei por saber pelo ‘Público’ da detenção do ex-banqueiro, nomeadamente através seguinte esclarecimento da PGR:
Bom, se como refere o ‘Público’, a causa da detenção é o ‘Processo Monte Branco’, então infere-se que também José Maria Ricciardi e Amílcar Morais Pires correm o risco de irem parar à pildra.
O ‘Expresso’, por sua vez, diz que as causas da detenção estão igualmente relacionadas com a venda da ESCOM a capitais angolanos em 2010.
Todavia, no meio desta turbulência processual e judicial, o que mais me desconcertou foi a surpresa do director do semanário do Dr. Balsemão, Ricardo Costa, que se expressou assim:
"Fica a ideia de que a justiça atua rapidamente quando as pessoas deixam de ser poderosas"
Ao ler esta eloquente tirada, quase desmaiei à Cavaco. – Então tu ó Ricardo estás lerdaço ou quê? Não sabes que sempre foi, é e será assim, no Portugal dos brandos costumes? – seriam as perguntas que lhe formulava, caso tivesse a oportunidade de o encontrar pessoalmente.
Quanto ao Dr. Ricardo Salgado, ficamos a aguardar notícias… ou reabre o escritório ou fica na gaiola que, neste caso, não é dourada.