quinta-feira, 19 de novembro de 2015

A patologia da visão de Cavaco

Cavaco observa as bananas da Madeira
Desde a célebre frase "Eu nunca me engano e raramente tenho dúvidas" passei a encarar Cavaco Silva como figura verdadeiramente enigmática. 
Interroguei-me em umas boas dezenas de ocasiões: "será verdade que, de facto, o gajo [tratamento informal com que o distingo] jamais erra e  as dúvidas são-lhe raras?". 
Sinceramente, até fiz algumas investigações e abordei o tema com alguns amigos psicólogos e psicanalistas, nunca obtendo uma justificação convincente. Científica, diga-se assim.
Disse em muitas ocasiões de mim para mim: "o homem é impermeável aos enganos e  praticamente até às dúvidas, mas deverá ter qualquer fragilidade que hei-de descobrir."
Esta minha agrura de algumas décadas, e a esperança que jamais perdi, acabaram por conduzir-me a defeitos de Cavaco, os quais durante tanto tempo lutei para descobrir. Como sempre sucede neste tipo de questões, de decifrar um enigma, as explicações caíram-me nas mãos subitamente e sem grande esforço da minha parte.
A descodificação do enigma iniciou-se com a mensagem da Madeira, onde o ex-PR afirmou:
"Vocês têm uma banana maior..."   
Banana maior a da Madeira? O homem tem deficiências de visão? Não é engano nem dúvida. É uma certeza dele. O Prof. João Lobo Antunes tem de solicitar a um oftalmologista amigo que valha a Cavaco. De resto, quando estavam a sós, até a Dona Maria Aldegundes, estranhando a afirmação, teve com ele o seguinte diálogo:
"Ó Aníbal quanto mede uma banana da Madeira? 
"Não medi, mas é a maior e deve ter para aí uns 50 cm 
" A olhómetro não é?
"Não, medida de olhos cerrados
Por associação de ideias, também cheguei à conclusão de que, no caso de nomeação do novo governo, Cavaco é afectado por obnubilação. 
Pode parecer paradoxal, mas um homem que sofre de visão pode tornar-se visionário. Sempre ambicionou e idealizou nomear Passos Coelho como PM, recusando-se antecipar que, em alternativa, poderia deparar.se com um acordo maioritário parlamentar do PS, com o BE, PCP e o PEV, para formação de um governo socialista. Só de imaginar que, se cumprir, terá de escolher e avistar-se com António Costa, Cavaco é acometido por ataques de perturbação da visão tais, que já nem consegue observar a tonalidade da pele, o perfil físico e se o secretário-geral do PS usa óculos e tem cabelo branco, grisalho ou preto. 
Para terminar, vamos à verdade: Cavaco Silva vê o que quer ou lhe interessa ver. Não sofre de deficiência de visão. Trata-se de patologia psico-oftalmológico rara como as dúvidas. Isto é, vê e muito bem como pode infernizar mais de 2,5 milhões de portugueses que votaram nos partidos seus adversários. 
Para cúmulo, à saída da reunião no Palácio de Belém, Ulrich, líder actual dos banqueiros portugueses, revelou-se favorável à nomeação de António Costa. Quando soube, o Sr. Aníbal ficou mesmo de 'olhos em bico'.