sexta-feira, 17 de junho de 2011

Belém & São Bento SA

A confirmar-se esta notícia, a escolha, para ministro da Economia, de Catroga, o especialista capilar da púbis; e estoutra, de Maria de Céu Machado para a Saúde, mulher de João Lobo Antunes, mandatário de Cavaco Silva e ainda de outras figuras para chefiar ministérios do próximo governo, por exemplo Vítor Bento para as Finanças, bem se poderá dizer que o Palácio de Belém terá uma representação significativa no XIX Governo Constitucional. Mesmo próxima ou igual à do CDS. O partido de Portas abarcará, segundo consta, três pastas ministeriais.
Como ainda sucedeu hoje, por muito que Pedro Passos Coelho repita que os referidos nomes  estavam no seu pensamento muito tempo antes das eleições, a afirmação é muito pouco credível. Trata-se de personalidades, estas e eventualmente outras, de quem o PR é próximo. Custa a acreditar que Cavaco Silva não seja já conhecedor.
Se o governo vier a integrar tais personalidades, diga o que disser, Cavaco fica comprometido com o desempenho do novo governo. Nos sucessos, como nos fracassos.
Uma última nota: Maria de Céu Machado, como Ana Jorge, é pediatra; ou seja, uma 'clínica geral de crianças', como se diz na gíria da comunidade médica. Oxalá que, como ministra, consiga a elaboração do 'Plano Nacional de Saúde 2011-2016', tarefa que ela própria não conseguiu realizar antes. Com a ajuda da polivalente e entendida Assunção Cristas e do filho do médico Luís Filipe de Menezes, de nome igual ao pai, note-se, pode ser que o País tenha, então, o famigerado Plano.
Ao citar os nomes acima, longe de mim a intenção de falar de 'boys'. De 'friends'? O melhor é ficar por aqui..