segunda-feira, 14 de abril de 2014

As notícias que silenciam o governo

O ‘Jornal de Negócios’ é dos órgãos de comunicação a publicar a notícia:


Um ‘record’ ao fim de sete anos, no caso de insolvências, é ultrapassar uma marca bastante duradoura. Aplicado à economia, o Pires e sua equipa imitam quem arrebatou o 'record' a Bob Beaman  no salto em comprimento. Este fixou-se na marca de 8,90 m desde 1968, durando 23 anos.
Percebe-se haver ‘recordes’ de que os homens do governo evitem de todo falar; pelo menos, em público. Este é um dos casos. É das tais notícias que os silenciam.
Contudo, há quem comente o desaire deste modo:

“…Os motivos que justificam este comportamento têm a ver com os indícios de melhoria macroeconómica em Portugal que ‘ainda não tiveram um impacto claro na contenção das insolvências judiciais das empresas’…

Quer dizer, as insolvências juntaram-se ao povo: também as insolvências são ainda insensíveis aos indícios de melhoria macroeconómica gerada pela coligação PSD+CDS. Que galo! O governo vai ordenar à PJ acções para localizar os indícios e, uma vez detectados estes, investigará qual o paradeiro da melhoria. Sim, porque há 7 anos não havia ainda a bancarrota do Sócrates e a culpa de atingirmos agora tal desfecho das insolvências é dos malfadados indícios e da melhoria ocultos.