sábado, 22 de setembro de 2012

Vale a pena continuar acordado

O povo esteve em Belém. Éramos consideráveis milhares ao final da tarde de 21-Set. Exprimimos a revolta e obrigámos Pedro Passos Coelho e Vítor Gaspar a recuo na TSU. E eventualmente em idealizadas tentativas para aprofundar o nosso empobrecimento.
Custe o que custar, é imperativo destruir a coligação maldita, de Coelho e Portas. Continuemos acordados, portanto. De Norte a Sul de Portugal, até conseguirmos governados por gente que não se submeta à ‘troika’ e a interesses de investidores especulativos que a Islândia soube contrariar e, em alguns casos, punir.