sexta-feira, 28 de setembro de 2012

TSU: Passos não entende, Pacheco Pereira explica

Passos Coelho diz que foram questões de ordem ideológica que distorceram o debate da TSU. Na acção política, tudo é ideológico seja de esquerda, do centro ou da direita. Ou o primeiro-ministro, como diz João Salgueiro, está, de facto, impreparado para governar o país, ou julga ser fácil iludir os portugueses através de truques de retórica – ou então os dois comportamentos coincidem e são, efectivamente, um estigma nada recomendável para um chefe de governo de um país democrático, integrado no velho espaço da civilização europeia.
Mas, uma vez que estamos no domínio do debate ideológico, será oportuno recomendar-lhe a leitura deste texto de Pacheco Pereira que, à semelhança de João Salgueiro, se integra no mesmo partido de Passos Coelho, PSD, que com ele, Relvas & Cia. se transformou em espaço partidário da barafunda ideológica. Onde uns dizem assim e outros pensam assado.
O PM diz-se inconformado. É normal. A incapacidade é geradora de inconformismo.