quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O estrabo causador de estrabismo

u8BFJ
Fonte: Juxtapoz

O discurso natalício de Passos Coelho foi réplica de enorme estrabo – o governo, dos impostos aos desvios orçamentais, sabe, apenas, trabalhar à escala do enorme.
Se dúvidas existissem da intensidade da explosão de matéria infestada e das perturbações provocadas na saúde dos portugueses, as imagens dissipam-nas. O estrabo causou  estrabismo temporário até a crianças; tão vesgos ficaram de assistir ao desmaios de avós e familiares reformados ou pensionistas a quem, em 2013, o governo vai confiscar parte substancial de reformas de 1.350 euros ou um pouco mais, em alguns casos.
O jantar correra pacificamente. Todavia, de súbito, irrompeu na TV o contador de histórias sujas e estrambóticas.