quarta-feira, 24 de agosto de 2011

A bela estação de Cabeço de Vide

Estação de Cabeço de Vide
(encerrada em 1990 pelo governo de Cavaco Silva)




Em viagem aqui pelas minhas bandas alentejanas, visitei ontem a Estação de Comboios de Cabeço de Vide, encerrada em 1990 pela governação cavaquista, assim como todo o Ramal de Portalegre. Cavaco Silva, a história o registará com letras bem vincadas, foi o governante que mais contribuiu para os desastres estruturais da nossa economia:  destruição da agricultura, das pescas, da indústria e de infra-estruturas de transporte tradicional como a marinha mercante e o caminho-de-ferro.
Por mera coincidência, vi que o meu amigo Dario Silva, no Aventar, tinha publicado um 'post' a destacar a Estação de São Bento, no Porto, como das mais belas do mundo. É-o sem dúvida. O que não invalida que, no interior esquecido e pouco habitado, não haja também belezas do género, embora de menor imponência. 
Inerte e triste, a Estação de Cabeço de Vide é uma dessas obras da arquitectura ferroviária, com azulejos alegóricos ao trabalho agrícola no Alentejo, a qual vale a pena visitar. Mais que não seja para se perceber o tipo de crimes da tecnocracia cavaquista e de outros que tais.