terça-feira, 9 de agosto de 2011

Portas e os problemas

Paulo Portas, no MNE, dizem, está colocado perante um problema de 'boys and girls'. De resto, nem é problema original. Há 3 décadas, sobretudo desde Cavaco, que as embaixadas de Portugal servem de dourado abrigo a dezenas e dezenas de assessores, disto e daquilo, saídos dos gabinetes governativos; ou nem isso, basta ter o amigo certo no lugar certo. Lembram-se da Maria Elisa? Pois é, também foi assessora em Espanha e, se não estou em erro, em Londres.
Mas, a minha convicção é que se a ordem for para despachar, Portas não terá a menor dificuldade em afastar 'boys e girls'. É especialista nesse tipo de limpezas.
Outro problema de Portas, e porventura mais complexo, é o 'very old boy' Alberto João Jardim, o inveterado gastador de dinheiros públicos, agora denunciado pelo Tribunal de Contas.
Porém, pensando bem, nem sei se o problema é, de facto, de Paulo Portas que, a tempo e horas, já denunciou os desmandos financeiros do truculento líder madeirense. Com a troika por perto, afigura-se-me que quem está, de facto, "entalado" é Passos Coelho; a quem são necessárias enormes forças para lidar com o problema e, sobretudo, com o pesadíssimo companheiro Jardim.
Aguardemos...