domingo, 26 de agosto de 2012

Quem tem um governante Rosalino…

Cumpre-me, antes do mais, declarar que estou plenamente de acordo com os encerramentos de fundações e institutos criados, por impulsões de vaidade e lesivas dos interesses públicos.
Este ponto de vista não equivale, porém, à defesa da aplicação da pena de imolação geral a todas as fundações. Ainda por cima, com base em contas feitas por uma equipa de incompetentes, chefiada por um tal Rosalino.
Os erros detalhadamente explicados pelo ‘Público’, quando muito deveriam levar à demissão de Rosalino e assessores e não à extinção de fundações como a de Paula Rego – a filha, Carolina Willing, está revoltada com inteira razão – ou a Calouste Gulbenkian.
A escandaleira dos erros cometidos é tão vasta e grave – outras instituições foram também lesadas na classificação – que levou o governo a retirar o relatório inicial do seu ‘Portal’. Por vergonha, penso.
Quem tem um governante Rosalino assujeita-se!