domingo, 31 de julho de 2011

Manuel 'Vira-Casacas' Cabral


Não me enganei. Mudei deliberadamente o apelido de 'Villaverde' para 'Vira-Casacas'. É mais apropriado. Bastará ler e comparar esta entrevista com o 'curriculum' político do homem. De militante clandestino do PCP, passando por apoiante do Maio de 68, chegou a ferveroso admirador do neoliberalismo de Passos Coelho. 
Há muitos outros do género, mas este é um dos mais curiosos fenómenos de metamorfose progressiva da mente humana. Quando se aproximar dos 80, ingressará nas fileiras do PNR e exclamará com orgulho: 'Percorri o espectro político-ideológico de um extremo ao outro'! É a minha previsão que, como tantas outras, se inspira na vida passada e presente do professor Cabral.