domingo, 30 de março de 2014

Mourinho derrotado por John Terry

A cagança e a pujança de José Mourinho entraram em fase de diarreia ... fezes líquidas abundantes, sem cessar. O homem toma 'Imodium', ao pequeno almoço, almoço e jantar, mas os excrementos saem, saem, sem cessar.
Há dias, queixou-se em múltiplas entrevistas do árbitro no jogo com o Aston Villa - Ramirez deu uma pisadela "assassina" num jogador adversário e foi expulso, obviamente. Mourinho, com o ar de divindade suprema no mundo do futebol internacional, atreveu-se a interpelar o árbitro sobre o afastamento de Ramirez e acabou, ele próprio, por ser varrido do jogo, com um cartão vermelho.
Para mal de tantos pecados, e sem tempo para peregrinar até ao Senhor de Bonfim de São Salvador da Baía, hoje cumpriu inesperada penitência e perdeu por 1-0 contra o Cristal Palace.

(O vídeo que constava deste 'post' foi removido por acção de alguém exterior ao blogue. Mourinho e os seu patrão exemplar russo são implacáveis na defesa da comunicação em democracia.)