sexta-feira, 25 de maio de 2012

Gabinete de Relvas e a corda bamba

dança na corda bamba
O gabinete de Miguel Relvas está transformado em casa assombrada. O ministro, já de si, é desde sempre um homem hiperactivo, de intensas relações sociais e políticas – grande amigo de Jorge Coelho, outro impulsivo e bem impulsionado.
Porém, desde que se meteu com Silva Carvalho, os factos multilicaram-se e pioraram. Impelidas pelo homem das secretas e da Ongoing, as assombrações irrompem em catadupa. O pessoal do gabinete está perturbadíssimo. Sentem-se todos na ‘corda bamba’, mas não com a arte, destreza e tranquilidade que a imagem ilustra. Todos sofrem de palpitações e  estão em vertiginoso desequilíbrio; o adjunto Adelino Cunha acabou mesmo por se estatelar.
No governo, o ministro lidera a principal oficina das trapalhadas. Até os ‘novos Abrantes’ já andam a ficar baralhados.