segunda-feira, 4 de junho de 2012

Democracia ao ar livre

deputados_Madeira
Alberto João Jardim conseguiu o inimaginável: unir os oito partidos da oposição ao PSD, do PT de Coelho ao CDS, para subscrever um ‘pacto pela democracia’, em plena via pública. Que eu saiba, trata-se de um episódio original, insólito e insusceptível de se repetir em qualquer outra região da UE do século XXI.
O presidente Cavaco Silva – o Sr. Silva de idos tempos – já havia sido compelido a receber no hotel os membros da oposição do Parlamento Regional. Que fará ele agora, já que os autores do pacto pretendem reclamar-lhe directamente decisões contra a prepotência de Jardim e o grupo de amigalhaços do poder, dos negócios e das palhaçadas, incondicionais subservientes do chefe Jardim.
E quanto ao “PSD do Contenente”? que diz Passos? Espero mesmo que seja Passos a falar. O Relvas emudeceu e está em exercícios de musculação. Vai regressar mais forte. Talvez mais gordo. Com políticos, a significância das palavras é frequentemente volátil.